Yael Steiner
Uruguaia, formada em publicidade pela FAAP. Foi produtora de filmes publicitários entre 1992 e 1997. Foi sócia da Pix Studio, onde produziu diversas campanhas fotográficas para clientes nacionais e internacionais. Ela montou a empresa: Yael Steiner Marketing Cultural. Atualmente, é CEO do Centro da Cultura Judaica.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Yael Steiner citados no programa:
Livro de cabeceira
A insustentável leveza do ser de Kundera.

Romance do coração
La mujer justa de Sándor Márai.

Clássicos indispensáveis
O perfume de Patrick Süskind, Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde, Grande Sertão Veredas de Guimarães, a obra de Clarice Lispector. Nelson Rodrigues, eu li nas férias uns contos policiais que ele publicava em uma revista da década de 50, incrível! E ainda, adoro a obra de Paul Auster e Patricia Highsmith.

Um título da literatura latino-americano predileto
Memoria de mis putas tristes do García Márquez.

O melhor da literatura judaica
Estou lendo um do Isaac Bashevis Singer que acabou de ser lançado e eu estou com a prova para correção, se chama: No tribunal de meu pai. Nilton Bonder: O sagrado, A cabala da inveja, Scholem aleijem e seu impagável humor judaico.

Uma obra marcante que mudou sua forma de ver o mundo
Sem dar uma de miss, rs! Reli: O Pequeno Príncipe para meus filhos pequenos, agora com olhar de adulta e percebi o quanto perdemos nossa criatividade, ingenuidade e imaginação quando vamos crescendo....e tive de fazer um exercício enorme para conseguir me entregar ao livro e um livro infantil chamado: O Pote vazio, uma lenda chinesa que nos faz refletir sobre a troca de valores das sociedades atuais.

O que você está lendo?
Atualmente estou lendo 4 livros ao mesmo tempo: O Menino do pijama listrado de John Boyne; No tribunal de meu pai de Isaac Bashevis Singer e A arte da entrevista de Fábio Altman , além de um autora que gosto muito Andrea Camilleri e o maravilhoso A J Heschel com: O último dos profetas.

O que seu melhor amigo está lendo?
A mulher que escreveu a bíblia do Scliar.

Uma adaptação literária que você gostaria de ver na telona
La mujer justa do Sándor Márai e A tenda vermelha de Anita Diamant.

Poetas preferidos
Borges, Lispector, Humberto Akabal poeta guatelmalteco, Mario Quintana, Drummond, Vinicius, Antunes para contemporaneizar.

Nota de rodapé
Falar é prata, calar é ouro.
 
Mais sobre Yael Steiner na internet:
culturajudaica.org.br


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados