Toni Venturi
Cineasta, formado em cinema na Ryerson University no Canadá. Proprietário da Olhar Imaginário, nos últimos dez anos, produziu e dirigiu cinco longas-metragens, três documentários, duas ficções, e diversos filmes para televisão, premiados e elogiados pela crítica. Na TV, lançou o documentário longa-metragem: Rita Cadillac, A Lady do Povo.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Toni Venturi citados no programa:
Como documentarista, você é um apaixonado pela história. Cite um bom livro de história!
A Era dos Extremos de Eric Hobsbawm.
As Veias Abertas da América Latina de Eduardo Galeano.

Livro de Cabeceira
Obra Completa de Saramago.

Obras que podem inspirar bons filmes
O Amor e Outros Objetos Pontiagudos de Marçal Aquino.

Livro que você já pensou em roteirizar para o cinema
Viagem à Luta Armada de Carlos Eugênio Paz.

Livro que todo jovem cinéfilo deve ler
Tempo de Revolução de Glauber Rocha.
Aquele Rapaz de Jean Claude Bernadet.

Livro que vale a pena ler de novo
Livro dos Sonhos de Jorge Luis Borges.

Cesta básica de livros
A Caverna, Todos os Nomes, Memorial do Convento, Ensaio sobre a Cegueira de Saramago.

Nota de Rodapé
“Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma. A alma é que estraga o amor. Só em Deus ela pode encontrar satisfação. Não noutra alma.
Só em Deus — ou fora do mundo. As almas são incomunicáveis. Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo. Porque os corpos se entendem, mas as almas não.”

Manuel Bandeira-A Arte de Amar
 
Mais sobre Toni Venturi na internet:
www.olharimaginario.com.br


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados