Santiago Nazarian
Escritor, tradutor, já foi redator de publicidade e praticou body art. Publicou os livros: Olívio, com o qual ganhou o Prêmio Fundação Conrado Wessel de Literatura; A Morte sem Nome; Feriado de Mim Mesmo( Planeta ); Mastigando Humanos ( Nova Fronteira ) e prepara para breve:
O Prédio, o Tédio e o Menino Cego.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Santiago Nazarian citados no programa:
O que você está lendo no momento?
Eu faço parecer para três editoras, então leio uns 3 livros ao mesmo tempo, que nem sempre posso revelar os títulos. Mas o que estou lendo agora "por lazer" é Campo de Estrelas do Thales Guaracy. Um road book bem divertido.

O que pretende ler?
Estou com o livro do Emilio Fraia e da Vanessa Barbara, O Verão de Chibo aqui na fila.

Tem livro de cabeceira?
O Cego e a Dançarina de João Gilberto Noll.

Leituras da infância e adolescência
João Carlos Marinho, Condessa de Segur e Stephen King. Caio Fernando Abreu, Wilde e Kafka eu também comecei a ler na adolescência.

Uma indicação para jovens escritores ou adolescentes
Para os meninos, A Fábrica da Violência de Jan Guillou, que é um dos melhores livros que eu li. Para as meninas, os livros da Rachel Cohn, como Pão de Mel e Siri, que eu traduzi. São livros para adolescentes e jovens adultos, sem nenhuma caretice.

Talentos da nova safra de escritores
Cristiane Lisbôa, Ana Paula Maia, Daniel Galera, Paulo Scott, Alexandre Plosk.

Da velha guarda....
Para citar os mais antigos: Álvares de Azevedo, João do Rio e Mário de Andrade.

Um escritor injustiçado
Lúcio Cardoso, talvez. Que é um escritor já falecido, que está meio esquecido.

Uma descoberta recente
Li um romance estranhíssimo e ótimo de um cara chamado Gustavo Bernardo, Reviravolta, em que toda a trama se passa numa única noite, mas nessa noite os personagens nascem, crescem e amadurecem. Foi lançado ano passado, pela Rocco.

Cesta básica
Thomas Mann, Oscar Wilde, Franz Kafka, Dennis Cooper, Caio Fernando Abreu, João Gilberto Noll, Lúcio Cardoso.

Nota de rodapé
"Todos estamos na sarjeta, mas alguns olham para as estrelas". Oscar Wilde.
 


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados