Ricardo Lessa
Formado em jornalismo pela UFRJ, começou no Jornal do Brasil e trabalhou em grandes veículos da imprensa como Istoé, Estado de S Paulo, Correio Braziliense, Gazeta Mercantil, TV Manchete, TV Globo. Atualmente é repórter da Globonews. Com reportagens publicadas na Gazeta, Ricardo Lessa ganhou vários prêmios: Icatu de Jornalismo Econômico, Embratel, Firjan.
Lançou os livros A que hora vem o povo? pela Codecri, editora do Pasquim; Amazônia: raízes da destruição (Editora Atual/Saraiva), e em Outubro publicou Brasil e Estados Unidos: o que fez a diferença, pela Civilização Brasileira, selo da Editora Record.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Ricardo Lessa citados no programa:
Livros marcantes na sua trajetória
Dom Quixote, O capital, A Marcha da Insensatez

Todo jornalista deveria ler
Cartas de Fradique Mendes, de Eça de Queiroz, Ilusões Perdidas, de Balzac
Memórias do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto, Os livros de Gay Talese.

O que você está lendo no momento?
Inventing a nation, de Gore Vidal

Sua próxima leitura
Adam Smith em Pequim

Uma descoberta recente que você pode recomendar para o ouvinte
Poemas de Langston Hughes.

Você costuma reler? Que obra vale a pena ler de novo?
D. Quixote e as Cartas de Fradique Mendes

Livro de cabeceira
A Marcha da Insensatez, da Barbara Tuchman

Literatura universal
Tudo do Italo Calvino

Cite 5 escritores e suas obras essenciais
Cervantes - D Quixote
Barbara Tuchman - A Marcha da Insensatez
Eça de Queiroz - A ilustre casa de Ramirez
José Saramago - História do Cerco de Lisboa
Guimarães Rosa - Grande Sertão: Veredas

Um bom livro ou coleção de história
A devassa da devassa, de Kenneth Maxwell

Li, gostei e recomendo:
Pós-guerra, a história da Europa depois de 1945, de Tony Judt. Imperdível.

Nota de Rodapé
"Spero lucem, post tenebras".
 


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados