Ricardo Kotscho
Com mais de quarenta anos de profissão e muito conteúdo, trabalhou nas redações dos jornais: O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e Jornal da Tarde. Dirigiu o jornalismo da Rede CNT e Canal 21. Foi assessor de Lula, em diversas campanhas e secretário de imprensa e divulgação da Presidência da República em 2003 e 2004 no governo Lula. É ganhador dos prêmios Esso, Vladimir Herzog e Claudio Abramo. Kotscho escreveu: A Prática da Reportagem; Serra Pelada: uma ferida aberta na selva; Explode um novo Brasil-Diário da campanha das Diretas; Do golpe ao Planalto e seu último livro: Uma Vida Nova e Feliz...

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Ricardo Kotscho citados no programa:
O que você está lendo agora?
Afinal, o que viemos fazer em Paris? de Alberto Villas.

Livro que leu recentemente e gostou
1808 de Laurentino Gomes.

Vale a pena ler de novo
Qualquer livro de Monteiro Lobato ou Jorge Amado.

Obras essenciais para um estudante de jornalismo
Além dos meus. Rs! Todos os livros do Gay Talese, principalmente: Aos olhos da multidão.

Literatura que te inspira
Gabriel García Márquez.

Romance do coração
O encontro marcado de Fernando Sabino.

Referência literária
Ruy Castro e Fernando Morais.

Livro para um político
Notícias do Planalto de Mario Sergio Conti.

Algum autor ou livro mudou sua forma de encarar o mundo
O Apanhador no campo de centeio de J.D Salinger.

Nota de Rodapé
“Mais vale a tristeza de não ter conseguido do que a vergonha de não ter tentado”.
 


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados