Pedro Markun
Jornalista, formado em história pela Federal de Santa Catarina e em comunicação digital pela Unisinos. Consultor de mídia social e idealizador do projeto Livro Livre, além de CEO da Nunklaki Comunicações do grupo RMA. Pedro dirige o blog: Jornal de Debates.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Pedro Markun citados no programa:
Como tem sido a resposta dos leitores e porque esse nome Jornal de Debates, para seu blog?
O nome vem da publicação original, que era um semanário carioca da década de 40 que colocava sempre em cheque as grandes questões e problemas do Brasil na época.

Você é ligado em comunicação, internet e novas mídias. Algumas leituras para indicar sobre o assunto?
Para ficar com dois brasileiros, eu sugiro Conectado, do Juliano Spyer e Marketing Hacker do Hernani Dimantas. Lá fora, digital é moda e se você chutar uma árvore, cai uma penca, mas tem provocações muito interessantes como: Cauda Longa, do Chris Anderson e Tipping Point do Malcolm Gladwell.

O que você está lendo no momento?
The Ghost Map, um livro do escritor americano Steven Johnson que fala sobre o surto de cólera na Londres antiga. É uma história sensacional sobre como ações aparentemente inócuas são capazes de mudar a vida de milhares de pessoas.

Próxima leitura?
Sobre Histórias de Fadas, do Tolkien.

Escritores que você gosta e suas obras
Sou de pouca tietagem, mas tenho apreço especial pelo italiano Umberto Eco e pelo Ítalo Calvino, que não chega a ser italiano, mas é como se fosse.

Um livro inesquecível
Cem Anos de Solidão de Gabriel García Márquez.

Antologia de contos ou Romance
Vivemos uma fragmentação absurda do tempo, tamanha que deixa pouco espaço para os romances longos. O Jogo da Amarelinha, do Cortázar consegue contemplar esses dois universos.

Todo comunicador deveria ler...
Ficções do Jorge Luis Borges.

Um blog indispensável
O seu. Tenho cada vez mais considerado indispensável que as pessoas assumam esse empoderamento que é ter um blog, uma mídia só sua.

Você gosta de Audiolivro? O que acha deste formato?
Tenho dificuldades para me concentrar. Mas é um formato válido, interessante e bastante antigo. Eu me lembro de ouvir repetidamente as histórias de Pedrinho e o Lobo no aparelho de vinil do meu pai.

E o e-book? Vinga?
Vinga, claro. Afinal é “E”, mas também é “Book”. E o book é algo que vingou. Mas assim como livro não nasceu com esse formato acabadinho que conhecemos hoje, o e-book também vai ter que caminhar um tempo para chegar em um formato bacana.

Livro de cabeceira
São vários livros. Mas, no momento o assunto que mais fica na minha cabeça é a revolução deflagrada pela cultura livre, cultura hacker.

Biblioteca básica da era da comunicação digital
Marshall McLuhan e seu: Meios de comunicação como extensão do homem.
Walter Benjamin e sua irreprodutibilidade técnica. Catedral e o Bazar do Eric Raymond e muita prosa, fórum de discussão e comentários em blogs.
 
Mais sobre Pedro Markun na internet:
www.livrolivre.art.br


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados