Miriam Tawil
Psicóloga, formada pelo Sedes Sapientiae. Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo. Publicou e apresentou diversos artigos em congressos internacionais. Atende pacientes em seu consultório em São Paulo e coordena as atividades do Atelier de Estudos Psicanalíticos (Atepsi). Autora do livro: Mundo Fashion – Modelos e Bastidores e co-autora do recém-lançado: Nós, Mulheres Vol. 6.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Miriam Tawil citados no programa:
O que pretende ler?
Pretendo ler Nadine Gordimer e Amós Oz e reler: O Racismo Explicado à Minha Filha de Tahar Ben Jelloun e ainda a obra de Jorge Luis Borges e Viver para Contar de Gabriel García Márquez.

Quais são os seus escritores prediletos?
Tahar Ben Jelloun, Amós Oz, Santiago Kovadloff, Susan Sontag, Mario Vargas Llosa e Jorge Luis Borges.

Livro de cabeceira
Não tenho, pois os livros vão mudando conforme meu momento, palestras que estou dando, livros de estudo e etc. Atualmente leio sobre o vestuário e a religião intitulado: A Return to Modesty de Wendy Shalit; muito interessante e conta sobre a história da vestimenta e a nudez nos costumes ao longo do século. “A subjetividade da mulher religiosa coberta difere da que se expõe Como?”

Livro de introdução à psicanálise
Os Fundamentos da Psicanálise de Charles Brenner. Eu li há 38 anos e sou amiga do autor.

Obra fundamental para um analisando
O que é psicanálise: para iniciantes ou não de Fabio Hermann.

Romance do coração
Sorriso Etrusco de José Luis Sampetro.

Um título para Gisele Bündchen
Profissão Modelo: em Busca da Fama de Margareth Libardi e Uma Mulher Brasileira de Luiza Brunet.

Poetas indispensáveis
Fernando Pessoa e Gonçalves Dias.

Literatura Brasileira
Mario de Andrade, Guimarães Rosa e Machado de Assis.

Grandes pensadores
Sigmund Freud, Emmanuel Levinás, Elie Wiesel, Albert Einstein e Montaigne.

Texto ou livro ao qual você recorre na hora do apuro
Tento pensar, refletir, ter fé e talvez a Bíblia.

Nota de rodapé

Ah, um Soneto... de Fernando Pessoa
Meu coração é um almirante louco
que abandonou a profissão do mar
e que a vai relembrando pouco a pouco
em casa a passear, a passear...
No movimento (eu mesmo me desloco
nesta cadeira, só de o imaginar)
o mar abandonado fica em foco
nos músculos cansados de parar.
Há saudades nas pernas e nos braços.
Há saudades no cérebro por fora.
Há grandes raivas feitas de cansaços.
Mas - esta é boa! - era do coração
que eu falava... e onde diabo estou eu agora
com almirante em vez de sensação?...
 
Mais sobre Miriam Tawil na internet:
www.atepsi.com


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados