Mary Del Priore
Historiadora, autora, e pedagoga. Doutora em história social pela USP, com pós-doutorado na França em Ciências Sociais. Especialista em História do Brasil, ela é ganhadora de diversos prêmios, dois Jabuti e o Personalidade Cultural do Ano. Colaboradora em prefácios e traduções para editoras nacionais e internacionais e dá cursos; além de ter uma extensa obra publicada, com ótimos livros, referências em temas: cotidiano da vida privada, cultura, comportamento e mulher. Seu último livro é O Príncipe Maldito.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Mary Del Priore citados no programa:
Livro de cabeceira
Paisagem e memória de Simon Shama.

Romance do coração
Em busca do tempo perdido de Proust.

Um livro festejado que te decepcionou
Budapeste de Chico Buarque.

Dicas de bons livros de história para adultos
Para não especialistas recomendo, 1808 de Laurentino Gomes e Um defeito de cor de Ana Maria Gonçalves. Para historiadores, a
Unicamp tem uma série dirigida por Silvia Lara e Sidney Chalhoub que só publica pesquisas, teses e trabalhos excelentes! Vale a pena acompanhar.

E para a criançada?
Qualquer livro da Ana Maria Machado.

Uma coleção para quem quer entender um pouco melhor da história do Brasil
História da Vida privada no Brasil da Companhia das Letras, os cinco volumes!

Uma obra surpreendente
O Rio de Janeiro Imperial de Adolfo Morales de Los Rios.

Autores brasileiros prediletos e suas obras
A menina morta de Cornélio Penna: mistura magnífica de história e romance. E Machado de Assis!

Clássicos estrangeiros indispensáveis
Flaubert, o inventor do romance moderno, Thomas Mann, Elias Cannetti, Geoge Elliot, Gui de Maupassant e Joseph Conrad.

Um imortal
Alberto da Costa e Silva, o maior africanólogo da América Latina!

Texto ou livro ao qual você recorre na hora do apuro
O Dicionário do Houaiss.

Nota de Rodapé

“Prezadíssimo Senhor
...Ninguém o pode aconselhar ou ajudar – ninguém. Não há senão um caminho. Procure entrar em si mesmo. Investigue o motivo que o manda escrever; examine se estende suas raízes pelos recantos mais profundos de sua alma; confesse a si mesmo: morreria se lhe fosse vedado escrever? Escave dentro de si uma resposta profunda. Se for afirmativa, se puder constatar àquela pergunta severa por um forte e simples “sou”, então construa sua vida de acordo com esta necessidade”.

Carta de Rainer Maria Rilke a Kappus em 17/02/1903.
 


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados