Marta Góes
Jornalista, escritora e dramaturga, Marta Góes é autora das peças "Prepare Seus Pés para o Verão" e "Um Porto para Elizabeth Bishop", encenada em Nova York, por Amy Irving, e da peça "A Reserva", em cartaz com Irene Ravache no elenco.
Marta trabalhou no "Caderno2", do jornal O Estado de S. Paulo, e nas revistas IstoÉ e Claudia, entre outras publicações. Além de Um Porto para Elizabeth Bishop, escreveu os livros Mulheres virando o jogo, e Alfredo Mesquita – Um Grã-fino na contramão (Editora Terceiro Nome). Pela série Aplauso, lançou em 2008, outra biografia Regina Braga: Talento é um aprendizado.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Marta Góes citados no programa:
Escritores da nova safra
Não sei se Lourenço Mutarelli é considerado nova safra, mas sou fã do que ele escreve. Adoro as crônicas de André Laurentino, no guia do Estadão. Se no seu programa for permitido ser fã de filho, também leio tudo que meu filho, Antonio Prata escreve.

Obra literária que você gostaria de adaptar para os palcos
Gostaria de vencer o desafio de adaptar Toda Terça, um livro magnífico, com um grande tema - o cinismo como esconderijo da insegurança.

Clássicos indispensáveis
Medéia, Hamlet, Romeu e Julieta, A Gaivota, Casa de bonecas, Os Maias, Memórias Póstumas de Brás Cubas, O Tempo e o Vento, Crime e Castigo...

Obras que não podem faltar na sua estante
Não poderia me desfazer de Virginia Woolf, de Tennessee Williams, da coleção de Charles Dickens que herdei de minha avó, da obra de Elizabeth Bishop, de Vinicius de Morais, de Drummond, de minha coleção de textos da Drama Book Shop...

Literatura inspiradora
Jane Austen, Carlotte Brontë,Virginia Woolf, Ernest Hemingway, Hanif Kureishi,Kazuo Ishiguro, Luís Fernando Verissimo, Adélia Prado, Ledusha,Clarice Lispector...

Um livro surpreendente que te deixou marcas
O deus das pequenas coisas, de Arundhati Roy

Dramaturgos contemporâneos prediletos
Samuel Beckett, Edward Albee, Tennessee Williams, Arthur Miller, Plínio Marcos, Nelson Rodrigues, Oduvaldo Vianna Filho, Mário Prata. E os recentíssimos Mário Viana, Dib Carneiro, Mário Bortolotto, Sérgio Roveri...

Prazeres precoces
Monteiro Lobato, M.Delly, Senhora Leandro Dupré, Pearl S. Buck, A.J. Cronin, J.D. Salinger; Jorge Amado, Fernando Sabino

Nota de Rodapé
Perder não é uma lição tão difícil de aprender. (Uma arte, Elizabeth Bishop)
 


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados