Jorge Félix
Jornalista, trabalhou por quase 10 anos no Jornal do Brasil, onde foi repórter especial em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Foi editor-assistente de Política da revista IstoÉ; colunista do portal AOL, repórter de economia dos telejornais Bom dia, Brasil e Jornal da Globo e coordenador de produção do Jornal Nacional.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Jorge Félix citados no programa:
Um clássico
Shakespeare, Shakespeare, Shakespeare.

Uma descoberta
Vou citar um autor descoberto pela Barcarolla, que publicamos no Brasil. O espanhol José Ovejero. Ele é ótimo.

Romance do coração
Posso citar uma peça do coração? Hamlet

Livro inesquecível
Meu Tio Atahualpa, do Paulo de Carvalho Neto

Poetas indispensáveis
Vinicius porque sou carioca, Drummond porque sou brasileiro e Pessoa, porque falo português e Shakespeare, porque ele é o maior

Um Imortal
João Ubaldo

Literatura brasileira
Monteiro Lobato, Machado de Assis, Ubaldo e Milton Hatoum.

Título que você sempre quis ler e nunca arrumou tempo
Em busca do tempo perdido, do Proust

Livro que o seu melhor amigo está lendo
Como sabia que você ia perguntar isso. Mandei um e-mail para ele. É o jornalista Daniel Stycer.

O que você está lendo
Tô lendo Tête-à-Tête, de Hazel Rowley, lançado pela Objetiva recentemente, sobre a vida de Sartre e Simone de Beauvoir. É um livro muito interessante, em que a biógrafa mostra a trajetória destes dois pensadores que revolucionaram os costumes de sua época e serviram de inspiração para várias gerações. O livro relata os múltiplos relacionamentos românticos dos dois, que tiveram vidas afetivas e sexuais intensas e abertas.

Sua Cesta básica
Um pouco de reportagem, um pouco de ensaios, um pouco de literatura e um pouco de teatro. Depende da fome.

Uma fraseÉ a mais simples da língua inglesa e talvez da literatura universal. “To be or not to be? That´s the question”.
 
Mais sobre Jorge Félix na internet:
www.blogdojofi.com.br


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados