Fernando Calvozo
A Fundação Memorial da AL comemora em 2009 vinte anos de existência, e hoje para abrir o Projeto Adoniran o Memorial recebe o cantor e compositor Ed Motta, confira as outras atrações do mês no site.
O Memorial abriga também o Festival de cinema da AL, o Festival Ibero Americano de Teatro, Música do Meio-dia e Conexão Latina, além dos concertos da Jazz Sinfônica. Formado em publicidade pela Anhembi Morumbi Fernando Calvozo é Diretor de Atividades Culturais da Fundação Memorial da América Latina e o grande responsável pela organização da maioria dos projetos.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Fernando Calvozo citados no programa:
Títulos que te inspiram?
Clarão na Serra de Francisco Marins, uma estória regional que me traz lembranças, e Meu Pé de Laranja Lima, de José Mauro de Vasconcelos, que me reporta à juventude.

Escritores e obras que marcaram?
A coleção de Maurice Druon, Os Reis Malditos, um livro melhor do que o outro. E O Processo, de Franz Kafka, esse me marcou muito, num misto de indignação e revolta.

Um clássico?
Servidão Humana, de Sumerset Maughan, um romance dos mais tristes e bem escrito que já tive o prazer de ler.

Uma descoberta?
O escritor Josué Montello, maranhense de coração, retratou como ninguém as histórias de sua terra, em dois belíssimos livros: Tambores de São Luis e Noite Sobre Alcântara. Como nos
envolve em sua escrita!

Um livro inesquecível?
Cem Anos de Solidão, de Gabriel Garcia Marques, uma obra prima!

Um imortal?
O próprio Josué Montello, que foi presidente da academia.

Literatura Brasileira?
De todos os tempos: Monteiro Lobato e Machado de Assis.

O que você tem vontade de ler e nunca arrumou tempo?
A Biblia, pois acho sempre muito complexo continuar de tempos em tempos. Já
tentei muitas vezes...

Para que texto você se volta na hora do apuro?
Essa leitura aleatória, eu faço sempre... para a Bíblia.

Livro de cabeceira?
O que eu estiver lendo no momento... Tristão e Isolda.

Nota de rodapé
"Aí que prazer não cumprir um dever"... Fernando Pessoa
 
Mais sobre Fernando Calvozo na internet:
www.memorial.sp.gov.br/memorial/index.jsp


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados