Clarice Niskier
A atriz estreou profissionalmente em 82, com a peça “Porcos com Asas”, e hoje já conta mais de 30 encenadas. No cinema - foi protagonista do filme “A Viagem de Volta”, e teve participações importantes em filmes de Domingos Oliveira. Na televisão fez humorísticos e novelas como Ciranda de Pedra da TV Globo.
A atriz hoje se divide entre Rio e SP com 2 peças: "Maria Stuart", ao lado de Julia Lemmertz , de 4ª a domingo, no CCBB RJ ; e às 2ªs e 3ªs, em SP de volta com "A Alma Imoral", que reestréia hoje no teatro Eva Herz da Livraria Cultura, Conjunto Nacional.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Clarice Niskier citados no programa:
Você tem ascendência judaica, mas disse uma vez que o teatro a havia levado ao budismo. Era uma judia budista. Que livros você recomenda sobre esses dois assuntos?
O que eu estou lendo nesse momento, Fernando Pessoa, a Obra completa de Alberto Caeiro.

Livro de cabeceira
Fernando Pessoa
Como estou fazendo também a peça "Maria Stuart" tenho o livro Primas Rivais Rainhas da Jane Dunn, que fala sobre o relacionamento da Elizabeth, rainha da Inglaterra, e Mary Stuart, rainha da Escócia. E tambéma Alma Imoral do Nilton Bonder.

Livros marcantes na sua vida
Os primeiros que eu li na minha vida, principalmente quando eu li Clarice Lispector pela primeira vez, eu fiquei muito impressionada com a obra da Clarice, e ela foi uma autora marcante na minha vida.

Um livro intrigante
Como falar dos livros que não lemos, do Pierre Bayard

Quem é do mundo teatral não deve deixar de ler...
Shakespeare

Obra ou autor que mais te comoveu
Dostoievski e o livro Caixa Preta, de Amós Oz

Texto ao qual você recorre na hora do apuro
Os do Nilton Bonder, mas também um livro que eu gosto muito, que nunca li enteiro, Mulheres que correm com os Lobos da psiquiatra Clarissa Pinkola Estes. Eu abro e leio qualquer história e acho que nós mulheres temos um poder feminino muito grande e às vezes não usamos.

Nota de rodapé

“Vai alta no céu a lua da Primavera
Penso em ti e dentro de mim estou completo.
Corre pelos vagos campos até mim uma brisa ligeira.
Penso em ti, murmuro o teu nome; e não sou eu: sou feliz.

Amanhã virás, andarás comigo a colher flores pelo campo,
E eu andarei contigo pelos campos ver-te colher flores.
Eu já te vejo amanhã a colher flores comigo pelos campos,
Pois quando vieres amanhã e andares comigo no campo a colher flores,
Isso será uma alegria e uma novidade para mim”.

Fernando Pessoa
 


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados