Clara Averbuck
A gaúcha começou sua trajetória literária publicando os seus textos na Internet. Tornou-se uma das colunistas do CardosOnline, que revelou escritores como Daniel Galera e Daniel Pellizzari.
Clarah já colaborou para revistas como Showbizz, Trip e TPM. Integra a coletânea 25 Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura Brasileira. Publicou quatro livros, entre eles Máquina de Pinball (Ed. Conrad),Vida de Gato (Ed. Planeta).
Recentemente, os livros e textos dos seus blogs foram livremente adaptados para o cinema, no filme “Nome Próprio”, do diretor Murilo Salles, com a atriz Leandra Leal como protagonista.
Foi contemplada pelo Programa Petrobrás Cultural com o livro Eu Quero Ser Eu, a ser lançado pela Editora Cosac Naify.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Clara Averbuck citados no programa:
Nova safra de autores
Daniel Galera, Daniel Pellizzari, Cecília Gianetti, Nina Lemos, gosto muito desses.

Escritores que você admira e acompanha o trabalho
Estão todos mortos, menos o Antônio Lobo Antunes que vem para a FLIP. Gosto muito de John Fante, Marcos Rey, Charles Bukowski.

Obra do Lobo Antunes que você recomenda
Conhecimento do Inferno

O que você está lendo no momento?
Terminei de ler Memória de um gigolô, do Marcos Rey, sensacional, um autor brasileiro meio esquecido, mas que eu gosto muito. Gosto de João Antonio, que é outro autor esquecido, mas a Cosac Naify lembrou dele e relançou toda a sua obra.

O quê você lê para a sua filha?
Ruth Rocha, que teve uma importância brutal no fato de eu me tornar escritora.

Quais livros da Ruth marcaram sua vida
Procurando firme foi um dos livros mais importantes da minha infância. Gostava muito do O Reizinho mandão, Marcelo Marmelo Martelo...

Livros mais marcantes na sua vida, desde a sua adolescência até hoje.
Os livros do John Fante, quando eu descobri essa história de alter ego me ajudou muito.

Livro altamente recomendável
A Oeste de Roma de John Fante

Romance Inesquecível
Pergunte ao pó, John Fante

Nota de Rodapé
"Você não pode julgar o livro pela capa".
E você também não pode julgar o livro pelo autor, você tem que ler o livro, o resto não importa.
 


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados