Carlos Moreno
Vencedor do prêmio Carlos Gomes de 2003 na categoria Revelação. Carioca, ele cursou canto coral, harmonia, teoria, história da música no Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis, escola de tradição alemã. Por ter uma voz privilegiada, atuou como solista-soprano no mesmo período, que foi spalla da Camerata Abrarte. Como violinista participou de várias orquestras até que vencer o quinto Concurso Latino-Americano para Regentes, promovido pela OSUSP, obtendo além do primeiro lugar o convite para atuar em oito concertos na temporada do ano seguinte. É maestro e diretor da OSUSP.

Ouça a entrevista em podcast:*
(ou clique aqui para baixar o arquivo em mp3)
(aprox. 6-8 MB)
 
Confira a primeira parte da entrevista.
 
* Para ouvir é necessário ter instalado o iTunes ou versão atualizada do Windows Media Player (ou outro programa que execute mp3).
 
Veja no JOGO RÁPIDO os livros marcantes para Carlos Moreno citados no programa:
Livro de cabeceira
A humanidade é Isenta de Pecado de Masaharu Taniguchi.

Um libreto predileto
A Canção da Terra de Mahler, extraída da Antologia: A flauta chinesa.

Romance do coração
Médico de Homens e de Almas de Taylor Caldwell

Um clássico indispensável
O Marinheiro Que Perdeu As Graças Do Mar de Yukio Mishima

Título que você sempre quis ler e nunca arrumou tempo
Grande Sertão: Veredas de João Guimarães Rosa.

Texto ou obra na qual você já se inspirou para reger
Beethoven: A Música e A Vida de Lewis Lockwood.

Obra brasileira fundamental
O Selvagem da Ópera de Rubem Fonseca.

Livro inesquecível
O Homem e seus Símbolos de Carl Jung.

Poetas indispensáveis
Carlos Drummond de Andrade.

Cesta básica
Terapia do Professor de Karen Katafiasz.
Psicologia Social dos Valores Humanos de María Ros de Valdiney V. Gouveia.
A Invenção da Ópera ou a História de um Engano Florentino de Sergio Casoy.
 
Mais sobre Carlos Moreno na internet:
www.usp.br/osusp


 
       
©2007-2008 Mona Dorf / Rádio Eldorado
Todos os direitos reservados